Utilização de outros meios de comunicação para educação à distância

Exemplo do uso da rádio para dar suporte ao ensino remoto na Colômbia


Durante a crise da COVID-19 pôde-se perceber uma grande dependência da internet para dar continuidade aos estudos. Mas é perceptível que o ensino remoto que utiliza apenas a internet como recurso de aprendizagem apresenta alguns desafios, como a falta de acesso. Esse foi um dos fatores que levaram professores que participam do programa Enseña por Colombia a proporem o A prender la Onda (ALO).


A ideia do projeto é planejar, gravar e distribuir áudios em formato de podcast para as estações de rádio locais e outras plataformas de streaming. Tudo isso feito por professores e estudantes.


A iniciativa ofereceu soluções para três principais problemas:

  • Falta de conectividade em áreas peri-urbanas (faixa urbana-rural) e rurais: estudantes não têm sinal de internet disponível em suas casas e algumas famílias não possuem dispositivos de acesso à internet, como notebooks ou smartphones.

  • Perda de motivação e engajamento: estudantes tinham o sentimento de que não estavam aprendendo durante a pandemia e que iriam falhar no ano acadêmico.

  • Apoio dos responsáveis no processo de aprendizagem: muitos responsáveis nunca haviam frequentado a escola, por isso não estavam totalmente preparados para apoiar o aprendizado das crianças. Além disso, muitos estudantes ainda não desenvolveram as habilidades para organizar seus estudos de maneira autônoma, fazendo com que eles desistissem.

A solução encontrada foi oferecer o conteúdo através da transmissão do podcast e se conectar com os estudantes e familiares através do Whatsapp para incentivá-los. Além disso, a ALO aumentou as oportunidades de contato com os professores, ajudando a manter os estudantes engajados com a escola. Por último, a estrutura dos podcasts é fácil de seguir e se conecta com a vida do estudante, o que facilita o suporte dos responsáveis na realização das atividades.


A transmissão é feita com episódios diários que duram em média 10 minutos. A estrutura básica é uma introdução, o objetivo de aprendizagem, o conteúdo principal, uma atividade ou desafio, que contextualiza o objetivo e o conteúdo com a vida do estudante, e a conclusão. Cada episódio é transmitido duas vezes, de manhã e de tarde, permitindo que os estudantes revisitem a lição ou escutem, caso tenham perdido a transmissão.


Para implantar e escalar esse projeto foi necessário formar os professores para produzir os episódios. O treinamento foi realizado por uma instituição parceira, que ofereceu uma formação no processo de edição e escrita de roteiro. Esses professores treinaram outros professores e estudantes. Além disso, foi necessário desenvolver um currículo flexível e planos para cada episódio. Cada episódio é planejado como se fosse uma aula, que depois é adaptada em um roteiro.


Um dos fatores de sucesso do projeto foi a combinação de tecnologias. Os estudantes escutam o programa na rádio e discutem o episódio com os professores e colegas usando o WhatsApp, além de enviar a foto da atividade feita. Os professores avaliam e dão devolutivas pelo mesmo aplicativo.


O alcance do podcast é um indicativo do sucesso da iniciativa.


Cada episódio é transmitido em 28 estações de rádio comunitárias, alcançando mais de 100 municípios, além de 6 estações de rádio online e a plataforma de streaming Spotify.


Os episódios também são compartilhados com líderes comunitários, organizações e professores pelo WhatsApp, sendo usados como estratégia de ensino à distância em 14 escolas. Estima-se que cada episódio alcance 500 ou mais estudantes por dia.


Uma iniciativa parecida aqui no Brasil, é o projeto liderado por professores e membros do Ensina Brasil, o #UmDiaPod. O objetivo do projeto é oferecer uma aprendizagem divertida e significativa, conectada com a realidade dos estudantes e alinhada à BNCC, através de episódios de podcast. Os episódios são disponibilizados em diversas plataformas de streaming, no Youtube e no Instagram, além da possibilidade de fazer o download, o que facilita o compartilhamento com professores e estudantes. Além da produção de podcasts, o time do #UmdiaPod também realizou uma formação (ProfCast), para mais de 50 educadores em parceria com a Secretária de Educação de Alagoas, sendo que um dos professores participantes ganhou um prêmio de melhor podcast. Para conhecer mais sobre o projeto, acesse a sua página no instagram!


A Eu Ensino também disponibiliza um Acervo de Pílulas alinhadas à BNCC, que são cartões de conteúdo produzidos por professores de todo o Brasil e que estão disponíveis gratuitamente no site para serem baixados. Os conteúdos contemplados fazem referência a educação infantil e ensino fundamental. As pílulas podem ser usadas para criar uma sequência didática, introduzir ou resumir um tema. O acervo é gratuito e está disponível para download na nossa página.

Referências:


SAENZ, Margarita; MEDINA, Ana; URIBE HOLGUIN, Barbara. Colombia: A prender la Onda (to turn on the wave). Education continuity stories series, OECD Publishing, Paris, 2020. Disponível em https://oecdedutoday.com/wp-content/uploads/2020/12/Colombia-a-prender-la-onda.pdf.

95 visualizações0 comentário