Saúde Profissional nas Escolas

Cuidados que a gestão escolar pode adotar para evitar o burnout de professores


A realidade do Burnout é cada dia mais presente e certa. Ele é caracterizado por um distúrbio emocional com sintomas de exaustão extrema, estresse e esgotamento físico resultante de situações de trabalho desgastante, que demandam muita competitividade ou responsabilidade, como definido pelo Ministério da Saúde.


O Burnout, também chamado de Síndrome do Esgotamento Profissional, pode resultar de excesso de trabalho, de condições e ambiente de trabalho pouco saudáveis, de pressão e cobranças muito difíceis, entre outras coisas. O estresse e a ansiedade gerados por essas situações podem inclusive levar a um estado de depressão profunda. E com os professores a história não é diferente.


O reconhecimento pela OMS do Burnout enquanto um fenômeno ocupacional em 2019 lançou a responsabilidade pelo bem-estar físico e mental dos trabalhadores para mais perto da alçada das empresas. As escolas, então, devem estar atentas à saúde de seus profissionais.


Mesmo assim, infelizmente, os níveis de Burnout estão crescendo e dentro das escolas o contexto não é diferente: os professores encaram rotinas extenuantes, cobranças de pais e chefes, turmas indisciplinadas e, muitas vezes, remuneração insuficiente.


A escola, nesse contexto, pode ajudar a prevenir o Burnout de seus professores tomando algumas medidas simples, mas impactantes, que visam a melhoria da autoimagem do professor e sua relação com a escola.


Uma dessas medidas é resguardar a identidade dos educadores através do incentivo à descoberta e desenvolvimento dos seus potenciais e propósitos, o que diz respeito ao que querem fazer e se tornar. A perspectiva de encontrar a realização dos seus objetivos pessoais e profissionais tem efeito direto sobre a satisfação de vida, reduzindo o estresse e o risco do burnout.


A escola também pode dar mais liberdade aos professores e educadores. Sentir-se no controle, poder fazer planos e se esforçar para atingir um objetivo faz com que os profissionais se sintam respeitados e valorizados, partes necessárias para os objetivos da escola.


O reconhecimento da competência dos profissionais também é essencial para a redução dos riscos de Burnout. A valorização da maestria e do domínio e o apoio à busca por melhorias é uma maneira de validação do profissionalismo.


A promoção da autonomia, também faz parte desse pacote. Dar voz e poder de escolha aos educadores, permitindo que eles reflitam sobre pontos que podem ser melhorados no ambiente escolar, é uma maneira de despertar um senso de propriedade voltado à solução de problemas que pode ser muito benéfico à escola.


Por último, a escola também pode incentivar os relacionamentos dentro do ambiente profissional. Os sentimentos de pertencimento e conexão podem ser provocados por momentos de conversa, reflexão e trocas de experiências e vivências entre os educadores. É importante fazer com que os profissionais se sintam apreciados pela comunidade e se reconheçam uns nos outros.


Levando em conta todos esses cuidados, a escola consegue trazer qualidade de vida ao profissional da educação, colaborando para a prevenção do Burnout no ambiente profissional e contribuindo para a continuidade de um educador mais disposto e saudável. O bem-estar desses profissionais terá um impacto direto na qualidade da educação.

 

Referências:


Edutopia, por Cathleen Beachboard. "How School Leaders Can Build Hope and Prevent Teacher Burnout". Fevereiro de 2022. Disponível em: https://www.edutopia.org/article/how-school-leaders-can-build-hope-and-prevent-teacher-burnout


Ministério da Saúde. "Síndrome de Burnout". Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/s/sindrome-de-burnout#:~:text=S%C3%ADndrome%20de%20Burnout%20ou%20S%C3%ADndrome,justamente%20o%20excesso%20de%20trabalho.


Abril. "OMS classifica burnout como problema de saúde ligado ao trabalho". Fevereiro de 2022. Disponível em: https://saude.abril.com.br/mente-saudavel/oms-classifica-burnout-como-doenca-de-trabalho/

38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo