Porque você deve tentar usar Metodologias Ativas mais uma vez

Não desistir é o primeiro passo para observar resultados


Você provavelmente já ouviu falar em Metodologias Ativas. Elas consistem em colocar o aluno como protagonista, de forma que ele se engaje no seu próprio aprendizado. Essas metodologias podem ser várias: sala de aula invertida, trabalhos em grupo, debates, entre outras atividades. Diversas pesquisas mostram que os resultados de melhoria no desempenho são realmente significativos. Porém, comparativamente, ainda poucos são os professores que aplicam essas metodologias. Por que isso ocorre?


Uma pesquisa feita conjuntamente entre as universidades de Harvard e Cambridge mostra que grande parte da razão é porque professores e alunos ainda não estão acostumados com as metodologias ativas, e, ao testá-las em sala, não veem resultados positivos, inclusive, às vezes acham que o aprendizado está pior. Porém, existe uma diferença entre a sensação de aprendizado e o aprendizado real.


Devido à falta de costume, os professores sentem que seu trabalho não está sendo tão efetivo quando atuam como facilitadores, e que poderiam estar contribuindo com mais informações se estivesse ministrando uma aula expositiva.


Os alunos, por sua vez, têm a mesma percepção. Além disso, durante as atividades de metodologias ativas, eles são levados a buscar respostas para desafios e problemas "por conta própria" (ainda contam com o apoio do professor, porém com mais independência), o que faz com que eles muitas vezes se deparem com dificuldades e dúvidas.


Essa situação faz com que muitas vezes se sintam frustrados, e se tornem conscientes do seu desconhecimento - o que na aula expositiva ocorre com menos frequência. Dessa forma, podem se sentir incapazes e ter a impressão que não estão aprendendo o conteúdo.


O que fazer então? Primeiramente, é importante não desistir após uma tentativa frustrada de aplicar metodologias ativas. Mudanças no geral são difíceis de serem implementadas, pois alteram algo que, por mais que não fosse ideal, funcionava.


Depois, é muito importante saber que o engajamento e a motivação do aluno são essenciais para que as metodologias ativas funcionem. Para isso, é interessante explicar aos alunos no que esse modelo consiste e que ele pode trazer resultados realmente positivos. É importante ressaltar que embora eles não estejam acostumados a realizarem jogos, desafios em sala, debates, etc, essas técnicas são válidas e o momento não deixa de ser uma aula, logo, precisam levar a sério.

Por fim, é essencial que o aluno saiba quando está aprendendo. Caso contrário, ele poderá continuar achando que as técnicas aplicadas não estão tendo resultado, devido à sua sensação, que pode não ser condizente com a realidade.

E aí, o que acharam? Preparados para tentar implementar as metodologias ativas na sua aula?

Referências:


Texto baseado no artigo: Deslauriers, Louis. et al. Measuring actual learning versus feeling of learning in response to being actively engaged in the classroom. PNAS. 24 de dezembro de 2018.


187 visualizações1 comentário

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter

Eu Ensino - Laura Marsiaj Ribeiro Desenvolvimento Profissional LTDA - CNPJ: 35.608.770-0001/04

Política de entrega: acesso ao curso comprado em até 2 dias úteis (envio de informações de acesso para o email cadastrado)