Receber alunos na porta da sala faz diferença?

Técnicas para cultivar um clima positivo na sala de aula



Não é novidade que a indisciplina – como comportamentos agressivos, não cooperativos e disruptivos –, além de prejudicar o ambiente de aprendizado, diminui o foco dos alunos e trazem grande preocupação aos educadores.


Historicamente professores tendem a usar técnicas reativas na gestão comportamental, principalmente quando lidam com a indisciplina. Isso inclui métodos de disciplina através da exclusão, como retirada do aluno da sala de aula, suspensão ou a ameaça de ir à diretoria. Essas técnicas coercitivas, no entanto, além de não alterarem o comportamento dos alunos, podem prejudicar o vínculo aluno-professor. Para piorar a situação, elas também podem acabar afetando o gerenciamento do tempo, fazendo com que ele seja mal aproveitado, já que minutos preciosos são gastos na gestão da indisciplina, ao invés de usados nas instruções de atividades ou em intervenções de alta qualidade pedagógica.


Uma alternativa às técnicas reativas é a técnica proativa de gestão comportamental. Ela é uma estratégia preventiva feita justamente para diminuir os comportamentos indisciplinados e, assim, melhorar o envolvimento acadêmico dos alunos.


Para alcançar esse objetivo, a técnica busca unir as instruções acadêmicas com a gestão da sala, tentando ver a sala como um todo, ao invés de focar em um aluno específico.


O ato de receber os alunos na porta da sala é um exemplo de uma técnica proativa de gestão comportamental multifacetária, que ajuda no processo de transição de outro local ou momento, como o recreio ou educação física, para a sala de aula. Ao receber cada aluno na porta e fazer um contato verbal (ex. demonstrar interesse no aluno) ou não verbal (ex. colocar a mão no ombro em aprovação) acontece uma conexão entre o educando-educador, levando a um clima positivo na sala e uma sensação de pertencimento do aluno. Essa sensação de pertencimento social resulta em uma motivação de realização, levando ao comportamento positivo (e muito desejado pelos professores!).


A implementação dessas técnicas em um ambiente de sala de aula tiveram como resultado uma melhora de 20% na qualidade e tempo de engajamento dos alunos, podendo produzir melhoras significativas no desempenho acadêmico. Conquistas também foram alcançadas na diminuição da indisciplina, reduzidas em 8%.


Na implementação, é importante também estabelecer um contrato sobre o que é esperado dos educandos nesse período de transição para que as atividades acadêmicas, já pré-planejadas, possam começar o mais rápido possível. Além disso se deve pré-corrigir e encorajar os alunos que tiveram questões comportamentais no dia anterior e reforçar positivamente (ex. elogiar) o comportamento desejado realizado pelos alunos.


Um questionário feito com professores ao redor do mundo apontou que esses profissionais desejam mais preparo em gestão comportamental e suporte contínuo em práticas de gerenciamento de sala de aula. A técnica de receber os alunos na porta de sala de aula é um jeito fácil, rápido e efetivo que, além de reduzir a indisciplina e melhorar o vínculo aluno-professor, diminui o estresse e a insatisfação relacionado ao trabalho entre os professores.


Assim, essa técnica pode ser o amparo que os professores estavam precisando!




0 visualização

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter