• Laís Brandão

Por onde começar?

Atualizado: Abr 8

Ensinar é uma arte, e todo artista precisa de estudos e prática para se aprimorar. Acredito que todo mundo tenha pelo menos um professor ou professora que marcou sua vida, seja pela personalidade, por ser uma pessoa inspiradora ou pela didática incrível. O problema é que todo esse brilhantismo, na maioria dos casos, não sai das quatro paredes da sala de aula. Por que essas pessoas não estão sendo usadas como referência na formação de novos professores? Pensando nisso, Doug Lemov, diretor-geral das Uncommon Schools e líder da equipe Teach Like a Champion, resolveu observar as aulas e coletar dados de educadores que possuem excelência na arte de ensinar e reuniu as técnicas e ferramentas de sucesso em seu livro chamado Aula Nota 10.


O livro não busca impor nenhuma regra de conduta e não precisamos seguir as "62 técnicas para melhorar a gestão de sala de aula" como está escrito na capa, para nos tornarmos excelentes professores. Doug Lemov ressalta na introdução do seu livro, que o mesmo diz respeito às ferramentas do ofício de ensinar e obter sucesso, especialmente nas escolas públicas e de periferia, pois nessas áreas o preço do fracasso é alto e os desafios são gigantes. Porém, em cada uma das escolas desse contexto existem professores que transformam a vida de alunos e os mostram que eles conseguem, mesmo quando várias pessoas dizem que não. Assim, eu decidi iniciar meu trabalho como professora testando algumas ferramentas presentes no livro e vou compartilhá-las com vocês nos próximos posts.


Mas antes de falar quais ferramentas usei e se elas deram certo ou não, mostrarei como os capítulos estão organizados no livro e quais foram os principais desafios do ensino abordados pelo autor, que foram separados em 4 partes. Cada parte é dividida em capítulos que abordam, ao todo, as 62 técnicas mencionadas no parágrafo anterior.


Parte 1: Verificação do Entendimento

A primeira parte do livro engloba dois capítulos, e apresenta técnicas para diferenciar o "eu ensinei" do "eles aprenderam".

Capítulo 1: Coletando dados sobre o domínio do conteúdo pelos alunos.

Capítulo 2: Agindo com base em dados e a cultura do erro.


Parte 2: Etos acadêmico

A segunda parte do livro engloba quatro capítulos, e refere-se à importância de buscar o nível máximo de rigor acadêmico.

Capítulo 3: Criando altas expectativas acadêmicas

Capítulo 4: Planejar para garantir um bom desempenho acadêmico

Capítulo 5: Estrutura da aula

Capítulo 6: Ritmo


Parte 3: Proporção

A terceira parte engloba três capítulos que apresentam técnicas que incentivem que os alunos façam a maior parte do trabalho cognitivo possível.

Capítulo 7: Aumentando a proporção de participação e de pensamento por meio de questionamento

Capítulo 8: Aumentando a proporção de participação e de pensamento por meio da escrita

Capítulo 9: Aumentando a proporção de participação e de pensamento por meio da discussão


Parte 4: Cinco princípios da cultura escolar

A quarta e última parte engloba três capítulos que focam no comportamento e cultura de uma sala de aula.

Capítulo 10: Sistemas e rotinas

Capítulo 11: Altas expectativas comportamentais

Capítulo 12: Desenvolvendo o caráter e a confiança


Espero que esse post tenha te deixado curioso(a) sobre como você pode se inspirar em outros professores para aperfeiçoar a sua arte de ensinar! Até o próximo :)


12 visualizações

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter