Dicas para gravar uma boa videoaula

Como gravar uma boa videoaula sem ajuda e com poucos recursos


Hoje faz um pouco mais de um mês que estamos em quarentena e, além de tirar um tempo para organizar a vida e se preparar para esses novos tempos de distanciamento social, temos visto muitos educadores se reinventando e fazendo de tudo para se manterem presentes na vida de seus alunos. O vídeo foi uma das formas mais escolhidas para isso e nos vimos sendo roteiristas, cuidando da câmera, luz e som, sendo editores, atores e produtores. Fazer isso tudo exige muito esforço e sempre queremos entregar um produto final com a qualidade que nossos alunos merecem! Um vídeo bem feito, além de transparecer o cuidado e carinho que o educador tem por quem o assiste, facilita no aprendizado, uma vez que o aluno fica mais interessado e focado no que está sendo dito do que quando tem que dividir sua atenção com, por exemplo, barulhos ao fundo do vídeo e uma câmera instável. Com certeza você já comprovou isso em sala de aula também, não é? Nessa série de posts sobre a adaptação da educação em um momento de pandemia, a Eu Ensino tem fornecido auxílio para os desafios encontrados pelos educadores. Neste post anterior oferecemos um breve roteiro para uma videoaula de 5 minutos que você pode usar na adaptação de suas aulas para o formato a distância.


Hoje queremos trazer novas dicas para a gravação de videoaulas, mas agora de maneira bem prática sobre como fazer isso sozinho e com poucos recursos, que devem ser somadas ao planejamento prévio por meio do roteiro.

  1. Iluminação: escolha um cantinho da sua casa que tenha mais claridade. Prefira sempre gravar antes do anoitecer

  2. Silêncio: evite horário de muito movimento na sua casa e se possível, busque um lugar onde tenha o mínimo de barulho ao redor

  3. Apoio: Use um tripé para celular ou apoie ele em um lugar em que ele fique fixo, para que a imagem não fique tremida. Faça a gravação com o celular na horizontal.

  4. Enquadramento: posicione o celular de forma que apareça seu rosto até a sua cintura. Evite deixar o celular muito distante para o áudio não ficar baixo

  5. Roteiro: antes de começar a gravar, prepare um roteiro com tudo que você precisa falar. Lembre-se de ser objetivo e preparar o conteúdo para que seja falado em no máximo 5 minutos.

  6. Edição: caso precise cortar algo do vídeo que você não tenha gostado, existem apps gratuitos de edição que podem te ajudar como: WeVideo, KineMaster, IMovie, etc.

Nos cards abaixo, e também disponíveis no nosso Facebook e Instagram, você pode encontrar 7 dicas para gravar sua videoaula em casa, além de algumas sugestões de aplicativos gratuitos para fazer edições simples. Não deixe de compartilhar com outros professores, seguindo nosso movimento de #EuEnsinoDeCasa!


Você já gravou videoaulas? Conta pra gente como foi sua experiência!

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter