Como melhorar a aprendizagem através do trabalho em grupo?

Dicas para desenvolver competências como cooperação, responsabilidade, e empatia

O trabalho em grupo é uma técnica muito utilizada em sala de aula, mas será que estamos aproveitando-a da melhor forma para garantir o aprendizado e o desenvolvimento de competências como cooperação, responsabilidade, confiança e empatia? Como garantir que essa técnica seja de fato efetiva? Para responder isso, precisamos começar lá do começo mesmo: a formação dos grupos. Será que deixar os alunos se juntarem com os colegas é a melhor forma? Na hora de estruturar os grupos, o professor deve pensar em como maximizar a aprendizagem do aluno e o seu desenvolvimento socioemocional. Às vezes, os alunos quando estão com os amigos rendem mais; em outros momentos, um acaba assumindo a responsabilidade por todos os outros. Dito isso, a efetividade desse modelo vai depender do que você busca desenvolver com os estudantes durante a atividade. Uma proposta é colocar juntos alunos com níveis de conhecimento diferentes, mas de forma equilibrada. Nem sempre o aluno mais avançado da turma irá contribuir com o mais defasado, por exemplo. Pode ocorrer que o que tem mais dificuldade sinta-se inibido de expor suas ideias, ou dependendo do seu perfil, deixe tudo para o colega fazer. Sobre o "deixar tudo para o colega", sabemos que isso acontece muito, não é mesmo? Como solucionar? Uma dica é atribuir funções claras para cada um dos integrantes do grupo, e avaliá-los individualmente, além de coletivamente. Assim é criado um senso de responsabilidade individual e coletivo. Uma técnica bem interessante que pode ser aplicada, dependendo da atividade, é a de dividir os alunos nos seguintes papéis: mediador, relator, monitor de recursos, cuco e harmonizador. Além disso, outra sugestão para garantir uma aprendizagem efetiva durante o trabalho em grupo é engajar os alunos para que deem devolutivas uns aos outros, positivos e de melhoria. Essa sugestão, porém, é mais difícil de ser implementada. Escutar e processar devolutivas negativas e positivas é algo que precisa ser desenvolvido aos poucos. Primeiro, você pode pedir que o aluno faça uma avaliação do seu trabalho individual e em grupo de forma escrita, individualmente. À medida que essa atividade for ficando mais simples, incentive-os a falarem uns para os outros. A última dica é sobre evitar e mediar conflitos nos trabalhos em grupo. Que atire a primeira pedra o professor que nunca teve que resolver um problema entre os integrantes de um grupo! O objetivo é que, aos poucos, seja possível que os próprios alunos resolvam os conflitos de forma ética e respeitosa, sem a necessidade da intervenção do professor. Para alcançar esse sonho, aprender a dar e acolher devolutivas é um ponto muito importante. Além disso, outra técnica é a escuta ativa: enquanto um do grupo fala, o outro deve escutar atentamente, sem tentar intervir ou sem estar processando mentalmente a sua resposta. É um desafio grande, mas quando alcançado, permite que os alunos prestem atenção no ponto de vista do outro antes de "contra-atacar". Agora, de nada adianta se não for trabalhada a empatia também, pois enquanto escuta, o indivíduo deve estar aberto para a visão do outro, e tentar buscar entendê-la. Uma forma interessante de trabalhar isso em sala é através da realização de debates, em que é designado a uma pessoa um tempo para expor seu pensamento, e os demais só podem escutar. Para desenvolver também a empatia, pode colocá-los para defenderem o oposto do que acreditam. Essa técnica trabalha também o respeito e a capacidade de articulação e expressão dos pensamentos. Depois de elencar tantos pontos para melhorar o aprendizado do trabalho em grupo, esperamos que você esteja animado para colocá-las em prática na sua próxima aula!

Referências:


Tennessee Department of Education. Incorporating Social and Emotional Learning into Classroom Instruction and Educator Effectiveness: A Toolkit for Tennessee Teachers and Administrator. June, 2015.

0 visualização

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter