Como manter um clima escolar positivo durante a pandemia?

Atualizado: 10 de Dez de 2020

Dicas de medidas a serem tomadas pela gestão escolar


Ter um clima escolar positivo influencia no engajamento e desempenho dos alunos, e em grande parte ele depende das ações dos gestores para que seja efetivo. Entre ações que são consideradas como maneiras de melhorar o clima escolar estão: uma boa comunicação e relação com os responsáveis, uma cultura escolar que valorize o protagonismo dos alunos e suas diferenças e um ambientes que leve em consideração o socioemocional dos estudantes. Porém, como garantir isso em meio a uma pandemia?


Com o ensino totalmente remoto em algumas escolas, e a retomada para o presencial com o ensino híbrido em outras, garantir um clima escolar positivo se torna muito mais difícil. Pensando nisso, seguem aqui algumas dicas:


1. Manter contato constante com alunos e responsáveis


No modelo 100% presencial, é muito mais fácil acompanhar os estudantes e suas famílias, tanto no que se refere aos responsáveis terem conhecimento das atualizações da escola e do desempenho dos alunos, assim como o gestor ter um panorama da realidade das casas (o que muitas vezes é importante para compreender o que se passa com o aluno). Durante esse momento de distanciamento, por sua vez, algumas medidas podem ser:


- Enviar aos responsáveis e aos alunos um e-mail semanal de atualização, ou mesmo um boletim via Whatsapp.


- Realizar um acompanhamento mais próximo dos estudantes e suas famílias quinzenalmente através de conversas por Whatsapp ou ligação. Uma boa ideia para isso é dividir os professores e gestores entre as famílias, sendo cada um responsável por acompanhar um grupo.


- Criar momentos de troca com os alunos e responsáveis: através de reuniões online, fornecer um tempo para dúvidas e informações. Esses momentos podem ser individuais ou conjuntos, a depender do tema discutido.


- Para as escolas que estão retornando à modalidade presencial, é importante que o gestor compareça o máximo possível no ambiente escolar e acompanhe as novas rotinas (aferir a temperatura dos alunos, por exemplo), a fim de que estudantes e responsáveis se sintam acolhidos.


2. Acompanhamento dos alunos


Devido ao distanciamento, o gestor não conseguirá perceber como está sendo o relacionamento entre os atores escolares, de maneira a poder intervir caso alguma coisa não esteja muito bem. Dessa maneira, algumas sugestões são:


- Aplicar um formulário para saber como o aluno está se sentindo, como está a relação dele com colegas e professores e como enxerga seu desempenho.


- Criar momentos de compartilhamento entre os alunos sobre como estão se sentindo. Algumas escolas têm feito reuniões curtas, no início ou término das aulas, com essa finalidade. Nela participam alguns professores e um grupo de alunos, tendo um momento de relaxamento e de troca entre eles. É possível, a partir desta ação, identificar alunos que merecem uma atenção especial e marcar conversas específicas com eles.


- Buscar se conectar com os alunos fora das redes. Assim como a proposta da busca ativa citada acima, que é focada no desempenho dos alunos e proximidade com as famílias, essa sugestão é de se conectar diretamente com os alunos, através de ligação ou troca de mensagens, para saber como estão se sentindo. Aqui a equipe também pode se dividir entre os alunos para fazer essa conexão.


3. Reconhecer a necessidade de uma rede mais interligada durante esse período e criar grupos focais e/ou representantes de cada uma das frentes para realizar conversas.


No modelo híbrido ou totalmente remoto, o gestor terá vários pontos cegos. Por não estar presencialmente, ele não conseguirá acompanhar o dia a dia de todas as frentes da escola, de maneira que as chances de alguma coisa passar despercebida são muito maiores.


Dessa forma, eleger um representante para cada uma das frentes (professores, responsáveis, alunos e equipe escolar), ou criar um grupo focal para elas, é uma estratégia muito importante para conseguir acompanhar o todo da escola. Os escolhidos para comporem esses pontos focais podem se reunir com a coordenação e direção uma vez por semana ou a cada quinze dias para discutirem como as coisas estão do seu ponto de vista e, conjuntamente, pensarem em propostas e soluções para os desafios que forem sendo elencados.


O que achou das sugestões? Caso implemente alguma na sua escola, conte para nós qual foi sua impressão. Esperamos ter ajudado!

Referências:


ASHTON, Mashea. 5 Ways Principals Can Establish a Strong School Climate. Education Week, 21 de novembro de 2020. Disponível em: <https://www.edweek.org/ew/articles/2020/10/14/5-ways-principals-can-establish-a-strong.html>


100 visualizações0 comentário

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

whatsapp
  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter