Como eu, gestor, posso contribuir na busca por uma educação de qualidade em minha escola?

Dicas práticas para ajudar a atingir esse objetivo


Acreditamos que todos que assumem a gestão de uma escola têm como principal objetivo garantir que os alunos tenham uma educação de qualidade. Porém, apenas possuir esse propósito moral não é suficiente. Assim como em uma empresa, em que a equipe acaba atuando como reflexo da liderança, o mesmo ocorre na escola. Diante disso, a direção e a coordenação têm um papel muito importante em indicar quais são os objetivos da escola e auxiliar a guiar o caminho para alcançá-los.


Dessa forma, para garantir que todos os alunos tenham uma educação de qualidade e consigam aprender independente de suas especificidades, é essencial que os gestores tomem ações que vão além da sua crença nesse objetivo, para realmente colocá-lo em prática. Listamos aqui algumas ações que podem contribuir para esse feito:


1. Conversar com todos da equipe escolar, tanto do corpo discente quanto docente, para que eles compreendam que a busca por uma educação de qualidade para todos é o propósito final da escola, de maneira que todas as ações, desde mais micro, em sala de aula, até mais macro, como o Projeto Político Pedagógico, por exemplo, devem pensadas para atingir esse fim.


2. Além disso, para que o objetivo seja alcançado, todos devem comprar a ideia e batalhar por ela. Logo, é imprescindível que todo o corpo escolar esteja unido na busca por melhorias que almejem alcançar uma educação de qualidade. É importante também reforçar a importância que cada um tem nesse processo. Lembre-os de que todos fazem parte de um grupo em que, cada um, com a especificidade da sua função, é igualmente responsável.


3. Ademais, é necessário que a busca por uma educação de qualidade seja sempre levada em consideração ao analisar o progresso da escola. O desenvolvimento do ambiente escolar e dos alunos deve estar intimamente atrelado ao fim que se almeja, de maneira que não adianta considerar como um ponto de progresso resultados que não contribuem para alcançar o objetivo estipulado.


Em um exemplo prático, se ao final do ano a escola faz um levantamento e encontra que realizou um número considerável de eventos comemorativos, esse feito só pode ser compreendido como um avanço caso os eventos elaborados tenham contribuído para melhorar a qualidade do ensino dos alunos.


4. Outro ponto muito importante é compreender que os alunos são diversos. Logo, é preciso levar em consideração suas individualidades ao estruturar um planejamento para garantir uma educação de qualidade. É importante que nesse processo a gestão, os corpos discente e docente pensem juntos em como garantir que todos os alunos, cada um com suas particularidades, consigam aprender.


Para isso, projetos que pensem nas particularidades das juventudes são essenciais, através de parcerias com organizações não governamentais, grupos comunitários.. etc. Ademais, por parte do professor e da gestão, é imprescindível que haja alta expectativa nos alunos, de maneira que eles também creiam na sua capacidade e se esforcem para se desenvolverem. Leia mais sobre isso aqui!


Esses são alguns pontos que devem ser implementados para nortear as ações do dia a dia da escola, que, conforme comentado acima, precisam sempre ser pensadas e estruturadas levando em consideração o objetivo final: garantir uma educação de qualidade para os alunos.


O que você achou das dicas? Já estava implementando alguma dessas iniciativas na sua escola? Conta pra gente suas impressões, vamos adorar saber!

Referências:


Australian Council for Educational Research. 2018. “Principal Performance Improvement Tool”.


57 visualizações0 comentário

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

whatsapp
  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter