A importância do projeto de vida no desempenho escolar do aluno

Olhando além do desenvolvimento pessoal


A disciplina de Projeto de Vida se tornou obrigatória no currículo da educação básica com a nova BNCC, com o objetivo de fazer com que os estudantes consigam refletir sobre seus desejos e objetivos e que desenvolvam as competências necessárias para que possam alcançá-los. Pensando no desenvolvimento integral do aluno, essa iniciativa é vista como muito positiva. E se dissermos que, para além disso, o Projeto de Vida também contribui para a melhora do desempenho escolar?


Parece até fórmula mágica, não é mesmo? Mas é verdade. Uma pesquisa realizada com estudantes dos Estados Unidos, Canadá e Inglaterra detectou que os alunos que traçam objetivos pessoais de longo prazo e conseguem destrinchá-los em metas de curto e médio prazo possuem resultados acadêmicos mais positivos. Segundo o estudo, isso faz com que os sonhos não fiquem tão distantes, e os estudantes consigam identificar o que precisam fazer hoje para que alcancem seus objetivos no futuro.


Essas percepções, por sua vez, fazem com que os alunos desenvolvam habilidades que influenciam no aprendizado, como foco, persistência, dedicação e mentalidade de crescimento. Além disso, muitas vezes eles passam a compreender que a maneira como se comportam em sala pode trazer resultados negativos ou positivos para seus objetivos pessoais, assim como os conteúdos aprendidos podem contribuir para alcançá-los.


A pesquisa também identificou que, quanto mais detalhado os alunos descrevem seus objetivos, melhor é seu desempenho acadêmico. Segundo eles, isso faz com que os alunos coloquem uma crença maior ainda nas suas metas, pois precisam realmente visualizá-las para descrevê-las. Ademais, a reflexão contínua sobre o que almejam e o que precisam realizar para alcançar esse objetivo também foi um fator diferencial nas notas escolares dos alunos.


Sabemos que fazer com que o aluno desperte para quais são seus interesses e sonhos às vezes é muito simples e outras vezes não. Fazer com que identifiquem o que desejam, quais suas aptidões e o que precisam alcançar suas metas, e, assim, consigam traçar seu Projeto de Vida de maneira detalhada, é um processo longo. Entretanto, conforme a pesquisa mostra, é um percurso que vale muito a pena ser desenvolvido com os alunos, para seu desenvolvimento individual e acadêmico.

Referências:


Schipper, M; et al. Writing about personal goals and plans regardless of goal type boosts academic performance. Contemporary Educational Psychology. Elselvier. 25 de novembro de 2019.


Morisano, Dominique. Setting, Elaborating, and Reflecting on Personal Goals Improves Academic Performance. Journal of Applied Psychology. American Psychological Association. 2010. Vol. 95, No. 2,p. 255–264. Disponível em: <http://individual.utoronto.ca/jacobhirsh/publications/GoalSettingJAP2010.pdf>.

106 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo