A importância de ter altas expectativas no aluno

Ações para ter altas expectativas no desempenho de todos os alunos


Por mais que o professor tente, não adianta: tendemos a ter mais expectativas em alguns alunos que outros. Normalmente naqueles que são mais curiosos, interessados, que compreendem o assunto com mas rapidez e apresentam mais facilidade no conteúdo que lecionamos. Mas para além disso, pesquisas mostram que os professores tendem a ter expectativas mais altas para alunos brancos e asiáticos, em comparação aos não brancos e minorias. Essa reação muitas vezes pode acontecer de forma involuntária por parte do professor, mas ela traz resultados significativos no desempenho do aluno. Diversos estudos mostram que, quando o professor tem altas expectativas no aluno, ele desenvolve uma série de comportamentos para com o estudante que o levam, no fim, a desempenhar melhor; e o mesmo acontece com baixas expectativas. Os alunos, além de serem tratados de maneiras diferentes, percebem que o professor varia de comportamento, o que os desmotiva. Diante disso, temos uma proposta para os professores: uma vez que se sabe que o professor tende a ter posturas diferentes dependendo das expectativas que tem no aluno, que tal tentar, conscientemente, aplicar a todos as ações que têm com os alunos de altas expectativas? E quais são essas ações que merecem ser replicadas?

  • Criar metas para os alunos;

  • Fornecer devolutivas para seu desenvolvimento;

  • Dar autonomia e poder de escolha dos grupos e atividades;

  • Criticar menos;

  • Chamar os alunos para responder perguntas;

  • Valorizar mais as conquistas;

  • Dar mais tempo para tentar encontrar a resposta.

Uma pesquisa realizada com 90 professores e 2408 alunos na Nova Zelândia, pela Universidade de Auckland, testou quais os impactos da sugestão que fizemos acima, e o resultado mostrou que o rendimento dos alunos aumentou 28% em matemática. Entretanto, a pesquisa mostra que se o professor se engajar nas atividades sem realmente acreditar no resultado que elas podem proporcionar, ele não é tão satisfatório. Dessa forma, trabalhar sua crença na capacidade de todos os seus alunos é essencial. Diversas pesquisas, como o famoso livro Mindset da Carol Dweck, mostram que as pessoas, por mais dificuldade que apresentem em determinada tarefa, podem se tornar muito boas nela se assim acreditarem e se esforçarem (cada um no seu nível) para tal. No caso do aluno, essa crença perpassa pelo professor. Falamos disso no artigo “É possível ficar mais inteligente?” e no artigo “Tenacidade Acadêmica”. Te convidamos, portanto, a refletir sobre suas ações em sala de aula, e tentar adequá-las para desenvolver altas expectativas em todos os seus alunos. Não parece ser tarefa fácil, mas ao que tudo indica, o resultado vale a pena!

Referências:

Texto baseado no artigo: Rubie Davis, Christine M; Peterson, Elizabeth R; Sibley, Chris G; Rosenthal, Robert. A teacher expectation intervention: Modelling the practices of high expectation teachers. Contemporary Educational Psychology. 2015. Vol. 40, pag. 72-85.

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

whats t.png
  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter