5 pontos que a gestão deve atentar para melhorar o desempenho dos estudantes

O professor tem um papel importante, mas a gestão também pode gerar impactos positivos


Quando pensamos em como garantir um bom resultado dos estudantes, geralmente nos vêm à cabeça diversas questões relacionadas aos professores e à sala de aula. Entretanto, pesquisas têm mostrado que os gestores também influenciam no aprendizado do aluno.


Quer saber como? Listamos aqui 5 pontos que diretores e coordenadores precisam se manter atentos para garantir o bom desempenho de seus estudantes.


Criar um bom clima escolar, disciplinado e seguro


O ambiente influencia muito no aprendizado. De acordo com a neurociência, pessoas que recebem carinho e se sentem acolhidas, apresentam mais facilidade para estabelecer conexões neurais, e, consequentemente, para o aprendizado. Já quando não se sentem confortáveis e protegidos, ativam sensações como medo e stress, que têm um resultado contrário. Diante disso, é necessário que o ambiente escolar seja seguro fisicamente para o aluno, fazendo com que ele se sinta bem para ser quem é, sem temer julgamentos ou preconceitos.


Entretanto, a disciplina também é importante. Ainda falando da neurociência, a nossa atenção, por definição, não consegue focar em duas coisas ao mesmo tempo, ela escolherá uma delas para se concentrar. Sendo assim, se permitimos que os alunos façam o que quiserem, de modo que haja bagunça em sala, por exemplo, isso afetará o aprendizado. Dessa forma, embora deva-se criar um ambiente acolhedor em que o aluno se sinta confortável, é necessário estabelecer limites e expectativas de comportamento.


Ter missão e visão claras


Diversas pesquisas mostram que escolas que possuem uma missão e visão compartilhada apresentam melhores resultados. Isso porque, sabendo onde querem chegar, é mais fácil traçar metas, identificar tanto o que devem focar, quando aquilo que os tira do objetivo desejado.


Diante disso, cabe à gestão escolar traçar tais pontos, juntamente com a equipe docente e discente, criando, dessa forma, um senso de pertencimento e responsabilidade por parte de todos. Ademais, deve revisitá-la ao longo do ano, para ver se estão no caminho correto e quais estratégias devem tomar.


Monitorar o progresso da escola


Os momentos mencionados acima, em que a escola como um todo reflete sobre a missão e visão e analisam onde estão no processo para alcançá-las, é uma das formas de monitorar o progresso escolar.


Além disso, a gestão escolar deve avaliar constantemente a qualidade acadêmica não apenas de uma visão macro através do rendimento final dos alunos, por exemplo, mas também participando das ações micro que compõem o dia a dia escolar e que levam a esse resultado: assistir às aulas, participar do momento de elaboração dos materiais na sala dos professores e elaborar momentos de conversa com professores e pais e alunos. Falamos um pouco mais sobre isso nesse post.


Altas expectativas no aluno


De acordo com a neurociência, nós possuímos algo chamado de "Sistema de Recompensa": quando fazemos algo o resultado é positivo, liberamos serotonina, o hormônio da felicidade. Uma vez que prevemos que essa ação irá se repetir, o nosso corpo já prevê o resultado, e libera serotonina mesmo antes dela acontecer. Isso é o que chamamos de motivação.


Quando tentamos realizar algo novo, mesmo que o resultado em si não seja o esperado, se tiver alguém nos motivando a fazê-lo, dizendo que somos capazes e que iremos conseguir, nós já ativamos esse sistema de recompensa. Quando, pelo contrário, alguém nos desmotiva, a sensação que teremos ao tentar algo parecido da próxima vez, mesmo antes da ação começar, é essa de frustração e medo.


Dessa forma, a alta expectativa no aluno é muito importante para que seu processo de aprendizagem, e ela não deve surgir nem ficar apenas na sala de aula, ela deve ser uma cultura escolar. Isso porque essa sensação de motivação ou o contrário não ocorre apenas na relação professor x aluno, mas em todas as relações do ambiente escolar. Falamos mais sobre o papel da gestão nesse incentivo nesse post.


Desenvolvimento profissional do professor

Já comentamos diversas vezes sobre como o desenvolvimento do professor é importante para o desempenho do aluno. O processo do ensino-aprendizagem está em constante mudança, e o docente precisa estar sempre se aprimorando. Entretanto, às vezes o professor não sabe quais pontos da sua prática precisa desenvolver, ou não possui os meios para melhorá-los.

Sendo assim, a participação da gestão escolar para fornecer essa devolutiva ao professor acerca de seus pontos de aprimoramento, e também indicando e fornecendo formas pelas quais ele pode se desenvolver, é essencial. Por fim, o sistema de recompensa não é algo que existe apenas nos alunos, mas em todos os seres vivos, dessa forma, o mesmo deve ser aplicado ao professor, sendo importante que a gestão não apenas estimule o desenvolvimento do seu corpo docente, como também reconheça quando estiverem se dedicando e aprimorando.


Dessas dicas, quais você acredita que já está fazendo super bem? Para aquelas que acha que ainda merecem um pouco mais de atenção, não deixe de conferir no nosso blog os posts que aprofundam melhor os aspectos que apontamos.

Referências:


Stephen M. Nettles & Carolyn Herrington (2007) Revisiting the Importance of the Direct Effects of School Leadership on Student Achievement: The Implications for School Improvement Policy, Peabody Journal of Education. Disponível em https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/01619560701603239

2 visualizações

EU ENSINO

Conectando experiências, desenvolvendo líderes.

whats t.png
  • Facebook Basic Black
  • Black Instagram Icon
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Twitter