3 formas de gestores demonstrarem valorização dos professores

Educadores são mais do que profissionais, e precisamos lembrar disso


Euforia, expectativa, medo, ansiedade, esperança e desamparo são apenas alguns dos sentimentos que os educadores podem enfrentar nas noites de domingo antes das segundas-feiras de aula. Embora muitos desses sentimentos não sejam novos para os educadores, o contexto em que os sentimos está completamente diferente. Mudanças em protocolos, pedagogia e práticas transformaram a forma como lidamos com nossas funções. Muitos de nós aprendemos a como dar aulas remotas, híbridas, assíncronas ou síncronas e hoje podemos até organizar chamadas de vídeo com os olhos fechados!


Com todo esse foco no trabalho de preparação para desempenho da função, o desafio pode ser simplesmente lembrar que todos nós somos pessoas por trás de nossos “títulos”, com preocupações que se estendem, inclusive, para fora da escola. Como líderes, os gestores devem ter isso em mente e encontrar maneiras de mostrar apoio às pessoas com quem trabalham.


Aqui, traremos 3 maneiras de priorizar e valorizar as pessoas individualmente.


1. Fale


Alguns mantras podem ajudar os gestores a lembrarem da importância de falar de forma empática com os educadores:


  • “Sinto sua falta, espero que você esteja bem, estou aqui para ajudar”.

  • “Preocupo-me com você como pessoa primeiro, antes do que você faz na sua posição”.


No entanto, mais do que falar, é preciso ter a intenção de compartilhar esta mensagem e reforçá-la ao longo do ano.


Manter esses mantras por perto durante o dia será útil para repensar conversas e decisões difíceis. Também será um apoio importante para auxiliar a sua equipe.


Ao abrir sua porta para apoiar os educadores, você também pode aprender sobre as circunstâncias desafiadoras da vida que podem impactar o trabalho escolar. Saber disso com antecedência pode ajudar você e o membro da equipe a se preparar proativamente para os desafios que virão.


2. Seja sincero


Antes de passar para o mantra, certifique-se de ter recursos disponíveis para a equipe quando eles precisarem. Verifique com os líderes quaisquer materiais ou possível formação para o desenvolvimento profissional durante o ano. Tenha em mãos informações sobre recursos de saúde mental ou apoio dentro da própria comunidade escolar para servir de suporte na resolução de questões sobre esse tema.


Uma maneira de agir de fato como líder, valorizando as pessoas, está na forma de se comunicar. Tente limitar os e-mails durante a semana e estabeleça apenas um dia para publicar um boletim informativo. Compartilhe com os funcionários o melhor e-mail ou telefone de trabalho para entrarem em contato e peça o mesmo da parte deles, assim, são estabelecidos limites entre a vida pessoal e a escola. Ainda sobre isso, avalie a necessidade ou não de disponibilizar um contato pessoal para outros temas, além de informar sobre horários e dias para falarem sobre trabalho. Não enviando e-mails e comunicados à noite você também os incentiva a não fazer isso :)


Outra maneira de agir dessa maneira é observando. Para o primeiro trimestre, uma ideia é estabelecer metas para construir relacionamentos significativos e intencionais com alunos, funcionários e famílias. Para atingir esse objetivo, é preciso estar onde os alunos estão, todos os dias. Você pode fixar um local designado para cumprimentar as famílias e alunos do lado de fora da escola, por exemplo.


3. Reforce


Como está o seu plano de desenvolvimento profissional para o próximo ano? Você tem recursos, apoio ou atividades de saúde mental incluídos? Se não cuidarmos de quem cuida de nossos alunos, como vamos garantir que todos estejam prontos para aprender, para ensinar e para liderar?


Uma ideia é incluir nesses momentos “espaços em branco” na agenda para que os professores concluam o trabalho ou tarefas essenciais, coisas que nem sempre conseguem tempo para fazer no horário regular e que acabam levando para casa.


Outras ideias incluem parcerias para trabalharem outros pontos importantes de bem-estar. Um exemplo é trazer um instrutor de ioga para alongamento ou um profissional para fazer uma meditação após as aulas, ou até mesmo marcar uma palestra com um nutricionista sobre como preparar refeições saudáveis ​​em casa durante períodos mais corridos. Você também pode pedir a um membro de sua equipe que tenha interesse sobre o tema para que prepare atividades durante épocas estressantes do ano para ajudar seus colegas.


Ao liderar com uma visão de apoio mútuo e reforço dessa prática ao longo do ano, você pode estabelecer uma cultura de cuidado que terá efeitos estendidos à sala de aula.

 

Referências:


Edutopia, por Jessica Cabeen. “3 Ways Administrators Can Show They Care About Teachers as People”. Outubro de 2021. Disponível em https://www.edutopia.org/article/3-ways-administrators-can-show-they-care-about-teachers-people

40 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo